O imóvel que você procura está aqui!
O imóvel que você procura está aqui!
INFORMAÇÕES
Inicial
A Empresa
Vender / Alugar meu Imóvel
Pesquisa Completa
Imóveis para Venda
Imóveis para Locação
Financiamento
Notícias
Parceiros
Links Úteis
Trabalhe Conosco
Fale Conosco


NOTÍCIAS
13 de Junho
CONSULTPRIME DESTAQUE NO FEIRÃO DA CAIXA
05 de Junho
3ª FEIRA DE IMÓVEIS EM MONTES CLAROS - CAIXA ECONOMICA FEDERAL
02 de Abril
Cuidados para evitar prejuízos na compra de imóveis
02 de Abril
A lógica da especulação Investimentos






Notícias
02/04/2012
A lógica da especulação Investimentos
 

Em pesquisa recente a Global Property Guide, empresa britânica de avaliação de imóveis, apontou o Brasil como um dos principais países a liderar a valorização dos imóveis nos últimos meses. Alguns analistas divergem quanto às explicações dessa onda de valorização fundiária urbana: uma corrente defende que não se trata de uma onda especulativa, mas são conseqüências de fatores estruturais, como o déficit habitacional e a falta de espaços urbanos com boa infraestrutura disponíveis para construção; já os fatores conjunturais seriam atribuídos aos megaeventos que a cidade sediará a partir de 2013, como a Copa das Confederações, Copa do Mundo Fifa 2014 e as Olimpíadas Rio-2016.

Outra corrente de especialistas, principalmente os analistas internacionais, aponta para critérios de desempenho econômico, como o aumento da renda do consumidor brasileiro, a facilidade de obtenção do crédito à moradia e a crise econômica que atinge os países ricos da Europa e os EUA. Entretanto, ambas análises apontam para uma força quase contingencial, esquecendo que há duas décadas tivera início um projeto político, urbano e ideológico de valorização da cidade e dos espaços urbanos para o mercado.

A partir de 1990, as cidades brasileiras e o Rio de Janeiro em especial passaram a ser consideradas e tratadas pelo poder público e pela elite empresarial como cidades-mercadoria. Dava-se início a um tipo de administração pública explicitamente articulada com os setores da iniciativa privada, no qual interesses privados cada vez mais eram vinculados às políticas públicas.

Vale lembrar que o marco inicial desse projeto foi o Plano Estratégico da Cidade do Rio de Janeiro, na primeira gestão do prefeito César Maia (1993-1996), conforme apontado por Carlos Vainer em seu artigo “Os liberais também fazem planejamento urbano?” (1996). O âmago desse movimento de cunho liberal tinha e tem como proposta a venda da cidade.

A valorização dos espaços públicos, com melhorias pontuais e esteticamente planejadas possibilitaria uma melhor colocação da cidade no mercado global. O geógrafo David Harvey denomina esta maneira de administrar e olhar a cidade e seus espaços públicos como empreendedorismo urbano. É nesta esteira que os megaeventos podem ser incluídos: mote de grande apelo público para que se elabore todo um corpo de leis excepcionais, se remova forçadamente grandes contingentes populacionais e se implante novas malhas de transporte a serviço dos novos empreendimentos.

Os megaeventos em si são de uma natureza efêmera como os seus benefícios. O que fica é uma enorme dívida pública e uma cidade remodelada conforme as demandas de expansão do capital. O maior problema é que a cidade é feita de gente; são os cidadãos que dão sentido à cidade, e não o inverso. A lógica do empreendedorismo urbano e da cidade como mercadoria subverte a ordem social das coisas. Assim, a valorização imobiliária que a cidade do Rio de Janeiro vem sofrendo nos últimos dois anos é conseqüência clara de um projeto ideológico que põe os interesses do capital acima dos interesses citadinos. A questão que nos obriga à reflexão . é até que ponto os cidadãos conseguirão inverter a lógica do “legado dos megaeventos” amplamente divulgada por governos, empresários e setores da mídia, para realmente beneficiar a população no longo prazo. E ainda: até que ponto esse legado poderá se vincular mais aos interesses públicos e sociais e menos aos interesses econômicos de uma minoria? Façamos a reflexão.

 
 
Fonte: O Globo
Outras Notícias
02
04
SALDÕES DE IMÓVEIS PODEM TER ATÉ 15% DE DESCONTO NAS CAPITAIS
[+] saiba mais
02
04
Oito deslizes que podem levar um imóvel de família a leilão
[+] saiba mais
02
04
Crédito que usa imóvel como garantia cresce em 2011
[+] saiba mais
02
04
Cuidados para evitar prejuízos na compra de imóveis
[+] saiba mais
05
06
3ª FEIRA DE IMÓVEIS EM MONTES CLAROS - CAIXA ECONOMICA FEDERAL
[+] saiba mais
13
06
CONSULTPRIME DESTAQUE NO FEIRÃO DA CAIXA
[+] saiba mais
 
Voltar

icone-whatsapp 1
https://www.facebook.com/ConsultprimeConsultoriaImobiliaria
redesp_facebook.png
CONSULTPRIME CONSULTORIA IMOBILIÁRIA
CRECI PJ 4158

UNIDADE CENTRO: contato@consultprime.net

Rua Doutor Veloso, 815 - Centro
Montes Claros - Minas Gerais – CEP: 39.400-074
Fixo - (38) 3221-8182  / 
Tim (38) 9.9128-0055 / Vivo (38) 9.9999-8182

CORRETORES DE PLANTÃO:

ANDRÉA DANTAS - CRECI 21.113 - 9.9979-0559 



 


 

 
www.consultprime.net © 2019. Todos os direitos reservados.
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias